Ergódicos,  Lusófonos,  Sugestões de Leitura

Desafio Lusófonos

Porque quem lê, não pode ler muito descurando a beleza da sua própria língua, aqui está um dos desafios mais importantes da minha lista!

 

“Lunário” de Al Berto (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐

“O Anjo Mudo” de Al Berto (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐

Princípio de Karénina” de Afonso Cruz (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐

“Para Onde Vão Os Guarda-Chuvas” de Afonso Cruz

“Como Cozinhar uma Criança” de Afonso Cruz (Portugal)

“Oriente Próximo” de Alexandra Lucas Coelho (Portugal)

“Caderno Afegão”de Alexandra Lucas Coelho (Portugal)

“O Meu Amante de Domingo” de Alexandra Lucas Coelho (Portugal)

“E a Noite Roda” de Alexandra Lucas Coelho (Portugal)

Orlando e o Tambor Mágico” de Alexandra Lucas Coelho (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐⭐

“Eurico, o Presbítero” Alexandre Herculano

“Viagens na Minha Terra” Almeida Garrett

“A Coisa que Eu Sou” de Ana Teresa Pereira (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐

“Até que a Morte nos Separe” de Ana Teresa Pereira (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐

“A Arte Suprema” de António Jorge Gonçalves e Rui Zink (Portugal)

“Memória de Elefante” de António Lobo Antunes (Portugal)

“Algumas Crónicas” de António Lobo Antunes (Portugal)

“Viagem Pela Literatura Europeia” de António Mega Ferreira (Portugal)

“A Escrava Isaura” de Bernardo Guimarães (Brasil)

Camilo Castelo Branco (Portugal)

“Essa Gente” de Chico Buarque (Brasil) ✅ ⭐⭐⭐

Clarice Lispector (Brasil)

“Campo de Sangue” de Dulce Maria Cardoso (Portugal)

“Eliete – A Vida Normal” de Dulce Maria Cardoso (Portugal)

Eça de Queiroz

Edson Athayde (Brasil/Portugal)

“Pode Um Desejo Imenso” de Frederico Lourenço (Portugal)

“Um Homem: Klaus Klump” de Gonçalo M. Tavares (Angola/Portugal)

“Atlas do Corpo e da Imaginação” de Gonçalo M. Tavares (Angola/Portugal)

“A Fenda Erótica” de Hélia Correia (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐

“Lilias Fraser” de Hélia Correia (Portugal)

“Perfeitos Milagres” de Jacinto Lucas Pires (Portugal)

“Um Estranho em Goa” de José Eduardo Agualusa (Angola)

“O Vendedor de Passados ” de José Eduardo Agualusa (Angola)

“Teoria Geral do Esquecimento” de José Eduardo Agualusa (Angola)

“A Secretária de Borges” de Lúcia Bettencourr (Brasil)

Dentro do Segredo” de José Luís Peixoto (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐⭐

José Riço Direitinho (Portugal)

“As Pupilas do Senhor Reitor” de Júlio Dinis (Portugal)

“Uma Família Inglesa” de Júlio Dinis (Portugal)

“A Morgadinha dos Canaviais” de Júlio Dinis (Portugal)

“Os Fidalgos da Casa Mourisca” de Júlio Dinis (Portugal)

“Serões da Província” de Júlio Dinis (Portugal)

“Os Lusíadas” de Luís Vaz de Camões (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐

“As Meninas” de Lygia Fagundes Telles (Brasil) ✅ ⭐⭐⭐⭐

“A Estrutura da Bola de Sabão” de Lygia Fagundes Telles (Brasil) ✅ ⭐⭐⭐⭐

“A Noite Escura e Mais Eu” de Lygia Fagundes Telles (Brasil) ✅ ⭐⭐⭐⭐

“A Ruiva” de Fialho de Almeida (Portugal)

“Novelas Eróticas” de M. Teixeira Gomes (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐

“Dom Casmurro” de Machado de Assis (Brasil)

Maria Teresa Horta (Portugal)

Jóquei” de Matilde Campilho (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐

Flecha” de Matilde Campilho (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐

“Mar Me Quer” de Mia Couto (Moçambique)

Miguel Esteves Cardoso (Portugal)

“O Pecado de Porto Negro” de Norberto Morais (Portugal)

A Balada do Medo” de Norberto Morais (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐⭐

À Espera de Moby Dick” de Nuno Amado (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐⭐

“Materiais para confecção de um espanador de tristeza” de Ondjaki (Angola)

“Sermões” de Padre António Vieira (1654) ✅  ⭐⭐⭐⭐

“Nada de Dois” de Pedro Mexia (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐⭐

“As Vidas dos Outros” de Pedro Mexia (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐⭐

“Uma Vez Que Tudo se Perdeu” de Pedro Mexia (Portugal)

“Lei Seca” de Pedro Mexia (Portugal)

“Imagens Imaginadas” de Pedro Mexia (Portugal)

“A Arte do Microscópio” de Pedro Proença (Portugal)

“Suicidas” de Rafael Montez (Brasil)

“O Jantar Secreto” de Rafael Montez (Brasil)

“Os Pescadores” de Raúl Brandão (Portugal)

“A Farsa” de Raúl Brandão (Portugal)

Rodrigo Guedes de Carvalho (Portugal)

Como Ela Morre” de Afonso Cruz (Portugal) ✅ ⭐⭐⭐

“O apocalipse dos trabalhadores” de Valter Hugo Mãe (Portugal)

“A máquina de fazer espanhóis” de Valter Hugo Mãe (Portugal)

“O Filho de Mil Homens” de Valter Hugo Mãe (Portugal)

“Contra Mim” de Valter Hugo Mãe (Portugal)

Virgílio Ferreira (Portugal)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.