#lerkarlove,  Karl Ove Knausgård

Karl Ove Knausgård recebe Prix Médicis na categoria Ensaios

O Prix Médicis foi fundado em 1958 por Gala Barbisan e Jean-Pierre Giraudoux.

A sua missão é galardoar um romance, uma história, uma coleção de contos de um autor emergente ou que ainda não tenha uma reputação correspondente ao seu talento.

A partir de 1970, surge o Prix Médicis Estrangeiro, e em 1985, um Prix Medicis Ensaio, que são anunciados em conjunto com o original.

Os prémios são atribuídos anualmente e o júri eleito muda de dois em dois anos. Dele fazem parte antigos Ministros da Cultura, críticos literários, escritores, tradutores, bem como antigos laureados.

Na mesma categoria de Knausgård, Ensaio, foram laureados Julian Barnes, Alberto Manguel, Joan Didion, Svetlana Alexievitch, que fazem parte de uma pequena percentagem de autores não franceses.

 

Os premidados este ano foram:

O Prix Medicis de romance francês foi atribuído a Chloé Delaume pela sua obra “Cœur Synthétique”

O Prix Medicis de romance estrangeiro a Antonio Muñoz Molina por Un andar solitario entre la gente.

Karl Ove Knausgaard, com o volume 6 de Min Kamp, ganhou o Prix Medicis de Ensaio.

Podem encontrar mais informação sobre os prémios Médicis aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.