#lerkarlove,  Desafio Knausgårds,  Sugestões de Leitura

Desafio Knausgårds

Todos os que gostamos de ler, sabemos que o trabalho mais fácil de leitura é construir TBRs, sejam elas físicas, digitais, ou apenas listas intermináveis guardadas e espalhadas por cadernos, guardanapos de papel, fotografias ou screenshoots na galeria de imagens de qualquer gadget electrónico. E, entre a facilidade de as construir, até à dificuldade de as reduzir, encontro, pelo menos eu, a confusão de as organizar.

Obviamente que há imensas formas de criar uma TBR, que é o que tento fazer com todos estes meus desafios (uma forma, ligeiramente obsessiva, de organizar e arrumar o que quero ler, para não me tornar tão dispersa), e uma das que acho mais interessantes é a usar um livro como “motor de busca literário” e, se esse livro, ou livros, forem escritos pelo nosso autor favorito, temos ainda menos receio, quizá mais vontade, de nos atirar a ela!

Foi por isso que decidi compilar todas as referências literárias que Karl Ove Knausgård nos apresenta ao longo dos seus livros, quase como que uma viagem pelo cânone literário e pela cultura norueguesa, embora, com certeza, nos iremos deparar com imensos títulos não traduzidos! Mas teremos de viver com o Fear of Missing Out que sentimos quando sabemos que não vamos conseguir ler tudo o que queremos.

 

“Mein Kampf – A Minha Luta” de Adolf Hitler

“Where Eagles Dare” de Alistair MacLean

“The Guns of Navarone” de Alistair MacLean

“A Fugitive Crosses His Tracks” de Aksel sandemose

“Menina Júlia” de August Strindberg

“Inferno” de August Strindberg

“Selected Essays” de August Strindberg

“Drácula” de Bram Stoker

“Scanners Live in Vain” de Cordwainer Smith

“Running Blind” de Desmond Bagley

“Golden Keel” de Desmond Bagley

“O Anticristo” de Friedrich Nietzsche

“Assim Falava Zaratustra” de Friedrich Nietzsche

“Ecce Homo” de Friedrich Nietzsche

“O Crepúsculo dos Ídolos” de Friedrich Nietzsche

“Madame Bouvary” de Gustave Flaubert

“Bouvard e Pécuchet” de Gustave Flaubert

“A Portrait of the Artist as a Young Man” de James Joyce – edição com perfácio de Karl Ove Knausgård

“Ulisses” de James Joyce

“Dubliners” de James Joyce

“Call for The Dead” de de John Le Carré

“The Little Drummer Girl” de John Le Carré

“A Ilha Misteriosa” de Júlio Verne

“O Escândalo de Modigliani” de Ken Follet ✅ ⭐⭐

Pan” de Knut Hamsun ✅ ⭐⭐⭐⭐

Fome” de Knut Hamsun ✅ ⭐⭐⭐⭐⭐+⭐

Mistérios” de Knut Hamsun ✅ ⭐⭐⭐

“Em Busca do Tempo Perdido” de Marcel Proust

“A Sorrow Beyond Dreams” de Peter Handke ✅ ⭐⭐⭐⭐

 

 

 

 

 

 

 

 

foto da capa de Juergen Teller / WSJ Magazine

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.