Agora Cronico Eu

  • Agora Cronico Eu,  O Comboio de Karenina

    Como a POC mudou a minha vida

    Desde que o meu psiquiatra conheceu aquela que é a sua paciente favorita, que a vida dele nunca mais foi a mesma. Curiosamente a minha também não.   Quando em Janeiro de 2018 entrei no seu gabinete em Carnaxide, apenas consegui balbuciar entre soluços coisas que fazia para garantir a integridade da minha vida e da dos que me rodeavam; como é que era possível ir lavar as mãos sem lavar as torneiras depois de as fechar, visto que tinha as mãos sujas quando as abri? E, claro… depois de lavar as torneiras sujas, as mãos precisam ser lavadas novamente, mas depois voltávamos ao dilema das torneiras sujas. Era  impossível…

  • Agora Cronico Eu

    Relações conceptuais – do romance púbere à arte contemporânea

    CRÓNICA EXCLUSIVA:   Felizmente não tenho adolescentes à minha volta. Infelizmente estou naquela idade em que os meus amigos já carregam consigo espécimes desta natureza.   Ao ser forçada a socializar com eles fui aprendendo algum do seu swag (tenho a certeza de que este termo não se aplica aqui mas quis ser cool e tornar esta crónica mais age friendly). Num desses encontros apercebi-me de como gerem as suas relações amorosas: já não namoram, não “andam”, nem tampouco caminham – agora continuam a fazer o que todas as gerações atrás de si fizeram com a diferença de que “não têm nada” embora sejam exclusivos. Isto faz-me lembrar as considerações…

  • Agora Cronico Eu

    Crónica Fria

    Em 1985, ainda em clima de Guerra Fria, o músico Sting lança “Russians”, cujo compasso é marcado pela frase “I hope the Russians love their children too.” e foi este apelo à ternura dos Russos que a tornou icónica.   Sting faz vários apelos a ambos os lados “of the political fence”. Se por um lado Nikita Kruschev ameaça destruir o sistema capitalista americano através do poder comunista soviético, por outro lado Ronald Reagan garante que vai ganhar a guerra. Mas músico quer relembrar algo bastante importante: “there’s no winnable war”, em seio de guerra não há vencedores, o que fica são rastos de perdas e de destruição, “It’s a…