• A Veia da Minha Bílis,  Opinião

    “Vai Tudo Correr Mal” de Joana Marques

    Não é todos os dias que uma mulher que consegue ser reconhecida no mundo, extremamente masculino, do humor, consegue ser publicada, muito menos em Portugal. Só por isso merece a sua leitura e apoio. As minhas duas estrelas reflectem apenas o facto de não me ter identificado com a linha humorística que a Joana Marques escolheu para este livro, para mim demasiado fácil e óbvio, embora aprecie o humor dela na rádio.

  • A Veia da Minha Bílis,  Opinião

    “This is a Book” de Demetri Martin

    Demetri Martin é um génio da subversão da escrita, do pensamento e, acima de tudo, do comportamento humano em situação social. O seu olhar sobre tudo é de um cinismo, de uma ironia e de uma sarcasmo tão bons porque são utilizados de uma forma muito descontraída, sem grande propósito aparente, quase de forma pueril, como se pode ver, aliás, pela maneira como se expressa nos seus espectáculos. Apesar de ter visto dois completos (disponíveis na Netflix) e de o seguir nas redes sociais (Instagram e Facebook) , não fazia ideia de que tinha este domínio sobre a palavra escrita – há nele um lado poético a par com um…

  • A Veia da Minha Bílis,  Lusófonos

    “O Rapaz das Fotografias Eternas” de Edson Athayde

      Li o livro em duas horas. Para quem está familiarizado com a escrita de Edson Athayde, a sua estrutura bidimensional, a bizarria das personagens e das situação, o sarcasmo na forma de pura poesia, não vai ficar indiferente a esta narrativa contada como que através de frames de filme, de flahsbacks e flahsforwards. Se já leram a Balada do Yuppie Louco ou O Homem que Sabia De Mais, como eu já há muitos anos, vai ser um óptimo reencontro com a sua linguagem que, afinal, não é assim tão comum na literatura portuguesa. Para quem não conhece as obras citadas do autor, pode não ser a melhor porta para…