Sobre Mim

O meu nome é Ana Carina Paulino, sou formada em Teatro e trabalho como Produtora Cultural na área das Artes Performativas, mas o que eu gosto mesmo, é de ler e escrever…

A Mil e Duas Páginas é um conceito que nasceu do meu sonho, com mais de 20 anos, de ter uma livraria que fosse, além do sítio onde se vai comprar um livro, o sítio onde se vai quando se quer falar de livros. Com as livrarias independentes a fechar, achei que poderia seguir a evolução “natural” das coisas, e criar esse espaço online. Foi quando cheguei junto de toda uma comunidade que já o fazia e comecei a integrar-me, contribuindo com mais um foco de leitura, de opiniões e de discussões sobre livros.

O meu conceito de leitura sempre partiu do conceito de viagem – talvez porque o livro que mais marcou a minha adolescência foi: “Viagem ao Mundo da Droga” de Charles Duchassois (que li aos 12 anos…). Talvez que este livro me tenha feito divagar numa viagem, não só a imensos países com costumes e culturas completamente diferentes do pouco que conhecia até então, mas também, na maior viagem de todas, aquela que fiz ao âmago do desespero humano.

Considero-me uma leitora atípica, no sentido que a minha relação com os livros não é regular. Passo de 1 ano a ler compulsivamente, livro atrás de livro, para 2 anos em que leio apenas 3 ou 4. Com este projecto gostava de conseguir encontrar um equilíbrio, um estado que não seja “tudo ou nada”, que me ajude também, a tirar mais partido da leitura e deixar de olhar para a minha biblioteca com o intuito de cumprir metas.

Neste canto, podem encontrar opiniões, mas acima de tudo, um arquivo/colecção de livros.. desde os que tenho que nunca li, e sei que nunca lerei, aos que lerei constantemente ao longo da vida, mas, e principalmente, todos aqueles que quero ler.

Este espaço é, também, um diário/memória sobre a forma como me vou alterando como leitora, e o maior exemplo dessa mudança, é a própria criação deste projecto (que existe desde o dia 14 de Fevereiro) onde quero partilhar tudo o que sinto sobre todos os livros que passam por mim, tarefa que apenas comecei a fazer algures em 2017 e muito esporadicamente – é por isso que não estarão aqui “opinados” a maioria dos livros que li, mas é um exercício curioso que quero fazer também, revisitar alguns deles, para deixá-los falar por mim, aqui também.

Aqui quero construir, além, e em conjunto com tudo, um espaço de introspecção, sozinha ou acompanhada, sobre a literatura e o acto de ler, como nos transforma, como nos toca, traçando, desta forma, um percurso de pensamento sobre mim própria. Porque há livros que fazem muito para além de nos tocar, há livros que também nos mudam. E eu, tive a sorte de já ter encontrado alguns deles. Porque crescer enquanto leitora também é, na minha opinião, crescer enquanto pessoa.

Este site, blogue ou seja lá qual o termo que represente esta ferramenta virtual que vive destas listas, destas memórias, destes arquivos, estará como eu, como mundo, em constante actualização, tal como cada um de nós.