• #lerkarlove,  Karl Ove Knausgård

    Karl Ove Knausgård, Oslo 6 de Dezembro de 1968

    Por mais que leia e releia, e releia e leia tudo o que Karl Ove Knausgård escreveu, vai ser difícil igualar o que senti quando li a abertura de “A Minha Luta”, no seu primeiro volume, publicado em Portugal com o subtítulo “A Morte do Pai”. Talvez que isto não seja inteiramente verdade. Conheci-o através do artigo que escreveu sobre a sua viagem à Russia, publicado pela The New York Times Magazine, em Fevereiro de 2018, “A Literary Road Trip Into the Heart of Russia” e que a Revista E do jornal Expresso publicou na íntegra na edição de 26 de Maio de 2018. Enquanto percorria a Rússia, percorria a…

  • Opinião

    “O Homem das Castanhas” de Søren Sveistrup

    Eu sou daquelas que julga os livros pela capa (e claro… às vezes se engana!) e ainda, pela forma como começam (engano-me menos). Os inícios, para mim, são extremamente importantes, podem mesmo ditar se vou gostar ou não, porque revelam logo a capacidade (ou falta dela) do autor para nos agarrar. Definem muito do ambiente que podemos encontrar ao longo do livro, do ambiente que ele nos consegue proporcionar, independentemente do enredo (mais ou menos técnico) que possa inventar! Para mim, os enredos não são, de todo, a coisa mais importante de um livro, mas sim o ambiente, a sensibilidade, a construção das personagens! “O Homem das Castanhas” tem, ou…